DOBRA 2021 – Festival Internacional de Cinema Experimental

Assista em: https://festivaldobra.com.br/

Entre 6 e 30 de setembro, o DOBRA – Festival Internacional de Cinema Experimental navega pela produção brasileira e internacional movendo o pensamento do cinema, abrindo-o à criação de novos mundos e propondo pontos de vista esteticamente transformadores. Em sua 7ª edição, a segunda realizada de forma online, são 53 filmes divididos em 8 programas temáticos e um programa convidado. Os programas temáticos ficam a cargo dos curadores do festival, Cristiana Miranda, Lucas Murari e Luiz Garcia. Já o programa convidado foi proposto por Steve Polta, diretor artístico da San Francisco Cinematheque. Além dos filmes, são realizadas três mesas de conversas e um curso de cinema experimental ministrado pelos curadores. 

ATÉ QUI 30 SET

Programa Convidado. Rituais de regeneração. Lúmen (Lumen) de Richard Ashrowan. Reino Unido, 2018, 3’. + Aberturas (uma escuridão mais iluminada) (Apertures (A Brighter Darkness)) de Karissa Hahn. EUA, 2019, 3’. + OLHO Vaga-lume (Fire Fly EYE) de Kerry Laitala. EUA, 2020, 7’ + Amuletos de Colectivo los ingrávidos. México, 2019. 5’ + Um estudo da mosca (A Study of Fly) de Cherlyn Hsing-Hsin Liu. Taiwan/EUA, 2018, 13’ + Onda empoeirada (Dusty Wave) de Eeva Siivonen. Finlândia/Canadá, 2017, 3’ + Importa o quê (It Matters What) de Francisca Duran. Chile/Canadá, 2019, 10’ + Transcrito (Transcript) de Erica Sheu. Taiwan/EUA, 2018, 3’ + A presença da garota (Girl Is Presence) de Lynne Sachs e Anne Lesley Selcer. EUA, 2020, 4’ + Enquanto houver respiração (As Long As There Is Breath) de Emily Chao. EUA, 2020, 2’ + Wasteland nº 2: Forte, Farto (Wasteland No. 2: Hardy, Hearty) de Jodie Mack. EUA, 2019, 7’. Classificação indicativa 12 anos

Programa Arqueologias Latinas – poeira e encontros. Hipóteses sobre a guerra (Hipótesis sobre la guerra) de Pablo Rivas. Chile, 2020, 15’. + O Uruguai não é um rio (El Uruguay no es un río) de Daniel Yafalian. Uruguai, 2021, 16’34’’. + República do Mangue de Julia Chacur, Priscila Serejo e Mateus Sanches Duarte. Brasil, 2020, 7’57’’. + Desarquivar (Unarchive) de Cecilia Araneda. Canadá, 2020, 12’43’’. + O peticionário (exercício #1) (El Peticionario (Ejercicio #1)) de Edén Bastida Kullick. México, 2021, 8’05’’. Classificação indicativa 12 anos

Cartas sobre uma tempestade por vir. Até esgotar o espaço (Hasta agotar el espacio) de Silvana Camors. Uruguai, 2021, 6’. + Angustura de Caio Sales. Brasil, 2021, 10’.

Estratos (Estratos) de Julián Galay. Argentina, 2020, 10’ + ARTificial (R)evolução (ventos pandêmicos) (ARTificial (R)evolución (vientos pandémicos)) de Rrose Present. Espanha, 2020, 3’47’’. + Igual/Diferente/Ambas/Nenhuma de Adriana Barbosa e Fernanda Pessoa. Brasil, 2020, 18’40. Classificação indicativa 12 anos

Para provocar os sentidos: o cinema em ventos pictóricos. Bicicletas de Pequim (Beijing Bicycles) de Jean-Michel Rolland. França, 2020, 4’11’’/ + Azul profundo (Deep Blue) de Sebastian Wiedemann. Colômbia, 2020, 7’45’’ + Fótons perdidos (Lost Photons) de Stuart Pound. Reino Unido, 2020, 4’14’’ + O devir (The Becoming) de Mélissa Faivre. França, 2020, 5’10’’ + Fogo fátuo de Beto Brant, Gabriela Miranda e Matheus Brant. Brasil, 2020. 6’42’’ + QUEDA de Lia Leticia. Brasil, 2021, 5’03’’ + Zapear zumbi (Zombi Zapping) de Luca Sorgato. Itália, 2020, 4’15’’. Classificação indicativa 12 anos

Sobre os líquidos, os sonhos e os riscos que a película nos traz. do tempo sem começo (from time without beginning) de Lorenzo Gattorna. Índia, 2021. 6’40’’. ANTFILM de Tetsuya Maruyama. Brasil, 2021, 2’15’’ + FOXTROT de Moira Lacowicz. Brasil, 2021, 4’27’’ + Feriado (Holiday) de Azucena Losana. México, 2021, 2’. + Visita ao museu de Francisco Benvenuto Gusso e Lígia Teixeira. Brasil, 2021, 4’10’’ + 35mm Cianótipo: uma Visualização da Felicidade (35mm Cyanotype: a Visualisation of Happiness) de Matthis Frickhoeffer. Alemanha, 2020, 12’47’’. Classificação indicativa 12 anos

Programa: Corpos: invocações, corporificações e projeções Búfala de Tothi dos Santos. Brasil, 2021, 8’50’’ + Libido de Rubens Takamine. Brasil, 2021, 3’22’’ + Planetário de Natália Reis. Brasil, 2021, 9’ + Masisi Vermelha (Masisi Wouj) de Steevens Simeon, Sanba Yonel, Marcos Serafim e Zé Kielwagen. Haiti, 2021, 22’. Classificação indicativa 12 anos

Programa: Modernidade urbana – linhas de rua, linhas de fuga. 69 de Marcos Bonisson. Brasil, 2021. 8’10’’+ Rema nascentes de Ж. Brasil, 2021, 16’44’’ + Erêkauã de Paulo Accioly. Brasil, 2021. 1’ + Cidade Submersa de Bárbara Lissa. Brasil, 2020, 5’32’’ + Traz Luz de Georges Racz. Brasil, 2021, 2’57’’ + Nova Pasta. Antigo Baú de Sylvio Lanna. Brasil, 2021, 18’26’’ + Sethico de NEXTO. Brasil, 2021, 14’23’’. Classificação indicativa 12 anos

Programa: Entre tramas, relevos e texturas. Doom de Randolpho Lamonier e Victor Galvão. Brasil, 2021, 4’56’’ + Exponenciais de Cristina Amiran & Khalil Charif. Brasil, 2021, 3’27’’ + As Guardiãs da Memória (Prisiminimų nešėjai) de Miglė Križinauskaitė-Bernotienė. Lituânia, 2020, 13’17’’ + Interdito de CH Malves e Gladson Galego. Brasil, 2021, 7’37’’. Classificação indicativa 12 anos

Programa: Vanguarda ou o cinema na linha de frente. O Mundo Mineral de Guerreiro do Divino Amor. Brasil, 2020. 9’20’ + Mestres da terra (Masters of the Land) de Jan Locus. Bélgica, 2021. 14’ + Vozes para o futuro de Carla Romero e Isabela Couto. Brasil, 2021, 15’ + O entardecer (El atardecer), de Martín Emiliano Díaz. Argentina, 2021, 5’02’’. Classificação indicativa 12 anos

DEBATES

QUI 09 SET (YouTube e Facebook MAM Rio)
16h Abertura do DOBRA – Festival Internacional de Cinema Experimental. Com Cristiana Miranda, Lucas Murari e Luiz Garcia. Mediação Dominique Valansi (MAM Rio)

SEX 17 SET (YouTube e Facebook MAM Rio)
16h Bate-Papo sobre digitalização de filmes em película com representantes do LECHE Lab. Com Com Mayumi Romina Higa, Benjamin Ellenberger, Matias M. Gritti. Mediação: Cristiana Miranda, Lucas Murari e Luiz Garcia. (Em espanhol com tradução para o português)

QUA 22 SET (YouTube e Facebook MAM Rio)
16h Pré-lançamento do livro Bcubico. Com Peggy Awhesh, yann beauvais, Edson Barrus e Ж. Mediação Cristiana Miranda, Lucas Murari e Luiz Garcia (curadores DOBRA) (Em português e inglês com tradução em português)

SEX 24 SET (YouTube e Facebook MAM Rio)
16h Bate-Papo com Steve Polta, curador convidado DOBRA 2021. Mediação: Cristiana Miranda, Lucas Murari e Luiz Garcia. (Em inglês com tradução em português)

Informações:
cinemateca@mam.rio



Acessibilidade | Fale conosco | Imprensa | Mapa do Site