Nelson Felix

Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1954

Em Composições para tempos insurgentes, Nelson Felix participa com a remontagem de Carta de amor. Nela, grandes cactos e delicadas mimosas pudicas são suspensas de ponta-cabeça no pilotis do MAM Rio. Para isso, foi colocada uma viga de ferro que atravessa o teto do museu e, por meio de um furo no vidro, sustenta os fios de aço e as plantas. Além de fazer com que a exposição se expanda para os arredores do MAM, a obra cruza botânica, filosofia e arquitetura. 

Nelson Felix vale-se especialmente da escultura e dos desenhos em seus trabalhos. Sua formação se iniciou através de aulas com Ivan Serpa, em 1971. Formou-se em arquitetura em 1977 e, em 1980, realizou sua primeira exposição individual. Entre os principais prêmios, destacam-se a bolsa do Ministério Cultura da França por uma exposição na Galeria Charles Sablon, em Paris; a bolsa Vitae de Artes Plásticas; o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) em desenho (1989) e escultura (1991); e o Marcantonio Villaça Funarte/Minc, pelo conjunto das obras. Participou de inúmeras exposições no Brasil e no exterior. Debruça-se sobre assuntos relacionados ao meio ambiente, à matéria orgânica e às questões sobre o desenho, a imagem e o projeto. 

Textos escritos pelas equipes de educação e curadoria.

In Composition for insurgent times (Composições para tempos insurgentes), Nelson Felix shows the reassembly of Love letter (Carta de amor). In it, large cactuses and delicate pudic mimosas are suspended upside down at the pilotis at MAM Rio. In order to do so, an iron beam which goes through the museum’s roof and, by the means of a hole in the glass, sustains the iron strings and the plants. Besides taking the exposition to expand to the vicinities of MAM, the piece mixes botanics, philosophy and architecture.

Nelson Felix favours the use of sculpture and drawing in his works. His formation began with classes by Ivan Serpa, in 1971. He graduated in architecture in 1977 and, in 1980, had his first individual exposition. Among his main awards, the most noted are the scholarship by France’s Ministry of Culture for an exposition at the Gallery Charles Sablon, in Paris; the Vitae Grant of Plastic Arts; the Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) prize in drawing (1989) and sculpture(1991); and the Marcantonio Villaça Funarte/Minc, for his entire oeuvre. He deals on themes related to the environment, to organic matter and questions about drawing, image and the project.

Texts written by the educational and curatorial teams.

Obra
Carta de amor (2021) 
mimosas pudicas, cactos, ferro, cabo de aço e terra
Cortesia do artista e Galeria Millan 



Acessibilidade | Fale conosco | Imprensa | Mapa do Site