Programação meses anteriores

Este mês | Meses anteriores | A seguir

DEZEMBRO DE 2022

OFICINA

Oficina de mestre sala e porta bandeira (com Selminha Sorriso e Claudinho)
DOM, 4 DEZ, das 13h30 às 14h30
Ministrada por Selminha Sorriso e Claudinho, primeiro mestre-sala e porta-bandeira da Beija Flor de Nilópolis, a atividade tem como objetivo ensinar os primeiros passos e abordar a dança desde suas origens em manifestações populares até sua consolidação enquanto quesito dos desfiles das escolas de samba.

ZONA ABERTA

Oficina de adereços de carnaval 
SÁB, 3 DEZ, das 10h às 11h30 
Ministrada por Rodrigo Pacheco, figurinista da Beija-Flor de Nilópolis, ensina como elaborar e confeccionar figurinos carnavalescos; manuseio de materiais, acabamento e decoração.

Oficina de desenho de fantasias 
SÁB, 3 DEZ, das 11h30 às 13h 
Ministrada por Fabynho Santos, figurinista da Beija-Flor de Nilópolis, proporciona aos participantes o contato com noções de modelagem e iniciação ao desenho.

Oficina de Braille (com Ana Beatriz Azevedo)
SÁB, 10 DEZ, das 10h às 12h 
Na semana em que se comemora o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Visual, convidamos o público para aprender a escrever com o alfabeto Braille, uma forma de escrita tátil. A atividade traz um pouco da história e ensina a produzir pequenos textos táteis.

Sim, nós temos Lambada! 
SÁB, 17 DEZ, das 10h às 12h 
Com a professora Irla Carina, a oficina oferece uma experiência cultural de aprendizado e prática da lambada, e a proposta é já sair dançando.

O projeto Zona Aberta é realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado pela Deloitte e Léo Social.

CURSOS, PALESTRAS E OFICINAS

Minicurso Estudos vivos: Atos de revolta
Estudos vivos é um programa público e contínuo, que possibilita a difusão de saberes diversos a partir de obras presentes nas exposições em cartaz no MAM Rio. Na edição acerca de “Atos de Revolta”, a programação trabalha ferramentas para pensar a história do Brasil por meio de tecnologias de existência que atravessam os levantes e o papel da arte dentro do território. 

O enredo do Carnaval 2023 da Beija-Flor com André Rodrigues e Mauro Cordeiro 
SÁB 3 DEZ . 11h – 13h
O antropólogo Mauro Cordeiro, responsável pela pesquisa do tema junto à Beija-Flor, o carnavalesco André Rodrigues ministra uma aula no programa Estudos Vivos sobre o desenvolvimento do enredo e em como ele será materializado no desfile da Sapucaí. A mediação é de Erika Palomino, gerente de Comunicação e Design do MAM Rio. Com a atividade, a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis dá início a uma série de atividades desenvolvidas em parceria com o MAM Rio.

VISITAS MEDIADAS

VISITAS AGENDADAS PRESENCIAIS
QUI E SEX . 10h e 14h
Atividades com duração de uma hora, voltadas para grupos de escolas, ONGs, dentre outras instituições, para visitar e conversar sobre a exposição Atos de Revolta: outros imaginários sobre a independência ou sobre a história e arquitetura do MAM Rio. Os grupos são acompanhados por profissionais da equipe de Educação do MAM Rio. Horários disponíveis no mês de janeiro.

VISITAS PETROBRAS
Todos os domingos

11h30 e 15h – Uma volta pelas exposições – A visita propõe uma visão panorâmica da programação, instigando relações de contrastes e aproximações a partir da reflexão: o que pode ser um museu?

Classificação indicativa livre
Distribuição de pulseira na bilheteria com 30 minutos de antecedência.

13h30 – Arquitetura e paisagismo do MAM Rio – Visita com foco no prédio e nos jardins do museu, projetados por Affonso Eduardo Reidy e Roberto Burle Marx, respectivamente, investigando arquitetura e paisagismo como arte.

As visitas são uma iniciativa conjunta do MAM Rio e da Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

CRIAÇÃO DE UM MAPA SENSÍVEL: GRUPO FOCAL
DOM 11 DEZ . 11h
Encontro com o objetivo de mapear áreas internas do MAM Rio e as exposições em cartaz que ofereçam incômodo para pessoas neuroatípicas ou que apresentam hipersensibilidade.

VISITAS ACESSÍVEIS ATOS DE REVOLTA

A PARTIR DE 24 DE NOV
O processo de independência do Brasil foi construído por meio de uma teia complexa de acontecimentos. A exposição reflete sobre a história por meio de diferentes referências, algumas pouco conhecidas ou comentadas.
Visitas acessíveis são vídeos bilíngues, falados em Libras com áudio em português. Os vídeos ficam disponíveis no YouTube do MAM Rio.

As Visitas Acessíveis são patrocinadas pela Wilson Sons por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.  

ESTUDOS VIVOS ATOS DE REVOLTA

Minicurso Estudos vivos: Atos de revolta
Estudos vivos é um programa público e contínuo, que possibilita a difusão de saberes diversos a partir de obras presentes nas exposições em cartaz no MAM Rio. Na edição acerca de “Atos de Revolta”, a programação trabalha ferramentas para pensar a história do Brasil por meio de tecnologias de existência que atravessam os levantes e o papel da arte dentro do território. 

O enredo do Carnaval 2023 da Beija-Flor com André Rodrigues e Mauro Cordeiro 
SÁB 3 DEZ . 11h – 13h
O antropólogo Mauro Cordeiro, responsável pela pesquisa do tema junto à Beija-Flor, o carnavalesco André Rodrigues ministra uma aula no programa Estudos Vivos sobre o desenvolvimento do enredo e em como ele será materializado no desfile da Sapucaí. A mediação é de Erika Palomino, gerente de Comunicação e Design do MAM Rio. Com a atividade, a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis dá início a uma série de atividades desenvolvidas em parceria com o MAM Rio.

PARA FAZER EM CASA

Para fazer em casa é um projeto de oficinas em vídeo em que artistas e profissionais da Educação propõem atividades para crianças. Os vídeos ficam disponíveis no YouTube do MAM Rio.

Corpos de papel
A artista Shion L, da equipe de Educação do MAM Rio, ensina a criar pequenos corpos de papel. A ação remonta às antigas paper dolls a partir de novas proposições e encaixes possíveis.

Classificação indicativa livre

Brinquedos de madeira
O educador Daniel Bruno convida o público para montar brinquedos e objetos lúdicos a partir de pequenas peças de madeira.

Classificação indicativa livre

Desenhar o som
Como seria criar formas para os sons que você conhece? Neste vídeo, o artista e educador Noan Moreira mostra como criar partituras de memórias a partir das sonoridades e do desenho.

Classificação indicativa livre

Para Fazer em Casa é patrocinado pela Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

NOVEMBRO DE 2022

OFICINAS ZONA ABERTA

Oficina de colar de sementes
SÁB 5 NOV . 10h – 12h 
Nesta oficina, a artista Tapixi Guajajara ensina a fazer ornamentos e colares, apresentando a diversidade de sementes nativas do Brasil, como açaí, pau-brasil, saboneteira e tento. 

ponto de encontro: pilotis | por ordem de chegada
classificação indicativa: livre | menores de 12 anos apenas acompanhados por uma pessoa adulta responsável

Oficina “A arte de desenhar como modo de expressar a vida” 
SÁB 12 NOV . 10h – 12h
Muitas pessoas não desenham porque acham que não são boas o suficiente. A atividade estimula o público a criar de seu próprio jeito e estilo. A oficina é uma proposta da Residência Germinadora, ministrada em libras por Silas Queiroz com acessibilidade para pessoas ouvintes.

ponto de encontro: pilotis | por ordem de chegada
classificação indicativa: livre | menores de 12 anos apenas acompanhados por uma pessoa adulta responsável

Oficina de Dança Charme
SÁB 19 NOV . 10h – 12h 
A atividade descontraída e animada ensina os passos mais famosos dos bailes de charme, ao som de black music. Venha e, se quiser, traga seu par. Com o professor de dança Eduardo Gonçalves. 

ponto de encontro: pilotis | por ordem de chegada
classificação indicativa: livre | menores de 12 anos apenas acompanhados por uma pessoa adulta responsável

Oficina “Slam: somos da literatura e revolução”, com o Slam das Minas
SÁB 19 NOV . 14h – 16h
Apresentação de slam e oficina destinada a jovens. Conduzida por Tom Grito, Gênesis e Débora Ambrósio, a oficina apresenta a história do slam e sua importância, estimulando a interação com a poesia e a escrita de um poema individual. A atividade é uma proposta da Residência Germinadora.

ponto de encontro: pilotis | por ordem de chegada
classificação indicativa: a partir de 14 anos

Oficina da Copa do Mundo “Se essa rua fosse minha…”
SÁB 26 NOV . 10h – 12h
Para entrar no clima da Copa do Mundo de 2022, a atividade ensina técnicas de decoração de rua, costume em muitos lugares do mundo. Com Pedro Sampaio, educador no MAM Rio. 

ponto de encontro: pilotis | por ordem de chegada
classificação indicativa: a partir de 6 anos | menores de 12 anos apenas acompanhados por uma pessoa adulta responsável

O projeto Zona Aberta é realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado pela Deloitte e Léo Social.

CURSO MAM PARA EDUCADORES
EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

22, 23 e 24 NOV . 19h – 21h . ONLINE

A Educação Antirracista é formada por ações que combatem a colonialidade do saber e o racismo estrutural, ao passo que valida os saberes e práticas para além da branquitude. Três educadores dividem com o público seus repertórios antirracistas, enquanto propõem questionamentos sobre processos individuais de combate ao racismo.saiba mais  

CURSO SUSTENTABILIDADE E TERRITÓRIO

SEG 14, 21 e 28 NOV; 5, 12 e 19 DEZ . 19h – 21h . ONLINE

Entre novembro e dezembro de 2022, seis encontros abordam a crise socioambiental, que ameaça várias formas de vida na Terra, e as múltiplas maneiras de resistir a ela. Pesquisadores, artistas e lideranças comunitárias discorrem sobre práticas e processos que colocam em xeque a divisão moderna entre natureza e cultura mantida pela arte, os museus e seus aparatos, bem como certas noções de “sustentabilidade” e “território”. Os encontros são co-organizados com a pesquisadora e curadora Luiza Proença, com participação do Terranias – Núcleo de Pensamento Ecológico da PUC-Rio.saiba mais  

VISITAS MEDIADAS

SÁB 5, 12, 19 e 26 NOV . 15h
Visitas às exposições, percorrendo obras e práticas artísticas, a partir das perspectivas de educadores, postas em diálogo com as do grupo.

ponto de encontro na bilheteria | distribuição de pulseiras 30min antes
classificação indicativa: livre

VISITAS PETROBRAS

DOM . 11h30 e 15h
Uma volta pelas exposições propõe uma visão panorâmica da programação com uma volta pelas exposições em cartaz, instigando relações de contrastes e aproximações a partir da reflexão: o que pode ser um museu?

ponto de encontro na bilheteria | distribuição de pulseiras 30min antes
classificação indicativa: livre

DOM . 13h30
Arquitetura e paisagismo do MAM com foco no prédio e nos jardins do MAM, projetados por Affonso Eduardo Reidy e Roberto Burle Marx, respectivamente, investigando arquitetura e paisagismo como arte.

ponto de encontro na bilheteria | distribuição de pulseiras 30min antes
classificação indicativa: livre

As Visitas Petrobras são uma iniciativa conjunta do MAM Rio e da Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

VISITAS AGENDADAS PRESENCIAIS

QUI E SEX . 10h e 14h
Voltadas para grupos de escolas, ONGs, dentre outras instituições, para visitar e conversar sobre as exposições Nakoada e, Atos de revolta, ou sobre a história e arquitetura do MAM Rio. Os grupos são acompanhados de educadores.

45 vagas | com agendamento disponível para dezembro | duração 1h
ponto de encontro na bilheteria
classificação indicativa: livreagende sua visita para o mês de dezembro  

VISITAS ACESSÍVEIS ATOS DE REVOLTA

A PARTIR DE 24 DE NOV
O processo de independência do Brasil foi construído por meio de uma teia complexa de acontecimentos. A exposição reflete sobre a história por meio de diferentes referências, algumas pouco conhecidas ou comentadas.
Visitas acessíveis são vídeos bilíngues, falados em Libras com áudio em português.

As Visitas Acessíveis são patrocinadas pela Wilson Sons por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.assista  

ESTUDOS VIVOS ATOS DE REVOLTA

Estudos vivos é um programa público e contínuo, que possibilita a difusão de saberes diversos a partir de obras presentes nas exposições em cartaz no MAM Rio. Este minicurso, ao longo de três encontros, oferece ferramentas para pensar a história do Brasil por meio de tecnologias de existência que atravessam os levantes e o papel da arte dentro do território.

12 NOV . 11h – 13h
Independências e pedagoginga com Allan da Rosa e Renata Sampaio
Neste primeiro encontro em torno da mostra Atos de revolta, o escritor e educador Allan da Rosa conversa com a gerente de Educação do MAM Rio, Renata Sampaio, sobre as relações entre a história colonial e os processos de formação da cultura brasileira, assim como as formas de se relacionar com o passado por meio da educação. inscreva-se  

PARA FAZER EM CASA

Para fazer em casa é um projeto de oficinas em vídeo em que artistas e profissionais da Educação propõem atividades para crianças.

Portal de mão
Para que serve um portal e para quais lugares ele pode nos levar? Nesta edição de Para Fazer em Casa, a artista Almeida da Silva convida o público a criar, em forma de brincadeira, pequenos portais de mão.

Classificação indicativa livre

Mesma roupa, outra roupa
Criar novas roupas pode estar mais ao nosso alcance do que a gente imagina? Nesta edição de Para Fazer em Casa, a artista Fernanda Massotti ensina o público a reinventar roupas antigas com a criação de novas estampas.

Classificação indicativa livre

Para Fazer em Casa é patrocinado pela Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

OUTUBRO DE 2022

VISITAS EDUCATIVAS
DIA DAS CRIANÇAS
QUA 12 OUT . 11h
Em torno da exposição Nakoada: estratégias para a arte moderna, o jogo Por dentro da cobra é uma oportunidade para crianças de todas as idades experimentarem de forma lúdica a expografia da mostra.

Classificação indicativa: crianças de 6 a 10 anos acompanhadas por responsável. Ponto de encontro: bilheteria.

VISITAS AGENDADAS PRESENCIAIS
QUI E SEX . 10h e 14h
As visitas agendadas têm duração de 1 hora e são voltadas para grupos de escolas, ONGs, dentre outras instituições, para visitar e conversar sobre as exposições Nakoada: estratégias para a arte moderna e Atos de Revolta: outros imaginários sobre independência, ou sobre a história e arquitetura do MAM Rio. Os grupos são acompanhados de educadores do MAM Rio. Horários disponíveis no mês de outubro.

Vagas: 45. Classificação indicativa livre. Agendamento via formulário. Ponto de encontro: bilheteria.

VISITAS AGENDADAS ONLINE
TER . 14h 
Visitas online com duração de 40 minutos para grupos de escolas, ONGs, dentre outras instituições, abordando um dos seguintes temas: colecionismo e o acervo; história e arquitetura, e as exposições Nakoada: estratégias para a arte moderna e Atos de Revolta: outros imaginários sobre independência. As visitas acontecem a partir de dinâmicas e jogos conduzidos por educadores. Horários disponíveis para o mês de setembro. 

Vagas: 45. Classificação indicativa livre. Agendamento via formulário.

VISITAS PETROBRAS
AOS DOMINGOS

11h30 e 15h Uma volta pelas exposições Ao circular pelas exposições em cartaz, o público é convidado a observar contrastes e aproximações entre as obras a partir do questionamento: o que pode ser um museu?

13h30 Arquitetura e paisagismo do MAM Visita com foco no prédio e nos jardins do MAM Rio, projetados por Affonso Eduardo Reidy e Roberto Burle Marx, respectivamente, investigando arquitetura e paisagismo como arte.

Classificação indicativa livre. Distribuição de pulseira na bilheteria com 30 minutos de antecedência. Ponto de encontro: bilheteria.
As visitas são uma iniciativa conjunta do MAM Rio e da Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

VISITAS MEDIADAS
SÁB 1, 8, 15, 22 e 29 OUT . 15h
Visitas às mostras em cartaz no MAM Rio, percorrendo obras e práticas artísticas presentes nos espaços expositivos.

Classificação indicativa livre. Distribuição de pulseira na bilheteria com 30 minutos de antecedência. Ponto de encontro: bilheteria.

VISITAS ACESSÍVEIS
Nakoada: estratégias para a arte moderna
A PARTIR DE SEG 3 OUT
A exposição Nakoada: estratégias para a arte moderna é o tema do novo vídeo da série Visitas Acessíveis. Neste encontro, o assunto são as obras modernistas e contemporâneas da mostra, seus conteúdos e recursos de acessibilidade.

Com tecnologias assistivas e recursos visuais como animações, destaques e contraste para melhor visualização, os vídeos da série são acessíveis aos mais diversos públicos, priorizando a experiência para pessoas com deficiências.

Confira em youtube.com/mamrio.
As Visitas Acessíveis são patrocinadas pela Wilson Sons por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

PEQUENOS CINÉFILOS

Câmera na mão
SÁB 8 OUT . 14h
A edição de outubro de Pequenos Cinéfilos apresenta o tema “Câmera na mão”, com exibição de dois filmes: A pequena nuvem de Antonio, Augusto, Daniela, Fabíola, Iuri, Islan, Kaio, Lavínia, Leonardo, Maria Clara, Maria Eduarda, Maria Luiza, Nayara, Peterson, Roger, Suzana, Ynian e Yuri (Brasil, 2014) e Exercício: filmado, montado de Fabiana Martins (Brasil, 2014).

Pequenos Cinéfilos é uma sessão de filmes para crianças na Cinemateca do MAM Rio, com ênfase na primeira infância e com estratégias de acolhimento e mediação voltadas para a experiência da criança e de seus familiares e cuidadores. 

45 vagas por ordem de chegada. Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: auditório da Cinemateca.

CURSOS, PALESTRAS E OFICINAS

Estudos Vivos – Curso Nakoada
O programa Estudos Vivos realiza uma série de encontros gratuitos e presenciais em torno das exposições em cartaz no MAM Rio. De agosto a outubro, o museu apresenta um curso tendo como pauta a mostra Nakoada: estratégias para a arte moderna.

PROGRAMAÇÃO

SÁB 29 OUT . 11h – 12h
Perspectivas acerca do modernismo com Fred Coelho e Keyna Eleison
O modernismo brasileiro é abordado desde as suas relações com a história e com a música. Fred Coelho, autor de A semana sem fim – Celebrações e memória da Semana de Arte Moderna de 1922 (2012) conversa com Keyna Eleison, diretora artística do MAM Rio, sobre a influência do samba no movimento. 

Inscrições via formulário. Local: área de eventos – ponto de encontro: bilheteria. Certificados serão entregues para inscritos que participarem de ao menos dois encontros.

ZONA ABERTA

Oficina de cartão postal
SÁB 1 OUT . 10h – 12h
Por meio de experiências e vivências nos espaços do MAM Rio, Phelipe Rezende (educador do museu) propõe uma oficina de cartões postais, utilizando desenhos, recortes e elementos presentes nos jardins.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis.

Colagem sensorial
SÁB 8 OUT . 10h – 12h
A proposta da oficina é criar colagens sensoriais com diferentes tipos de relevos e cores, que priorizem a sensação do tato e da visão no sentido de discutir as percepções sensoriais de pessoas com alguns tipos de deficiências. Com: Fernanda Costa e Ana Beatriz Azevedo.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis.

Oficina de barulho
SÁB 15 OUT . 10h – 12h 
Com condução de Noan Moreira (equipe MAM Rio), a atividade faz uso da audição como sentido primário, tendo como base a imersão musical e a percepção dos sons presentes no entorno.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis.

Ritmos do maracatu: oficina de percussão com Baque Mulher
SÁB 15 OUT . 14h – 16h 
O MAM Rio recebe três integrantes do coletivo Baque Mulher, revelando como os instrumentos do Maracatu ajudam na composição do ritmo. A oficina dialoga com a exposição participativa Nos traquejos do tempo [vibração um], da artista Ana Lira. A atividade é uma proposta da Residência Germinadora.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis. 

Cinelab Infantil
SÁB 22 OUT . 10h – 12h
A educadora Andressa Hygino propõe a interação do cinema com o espaço, ensinando de forma lúdica a construção de imagens e sons.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis.

Escrever horizonte
SÁB 29 OUT . 10h – 12h
Vamos escrever mensagens em tecido e experimentá-las em relação com a paisagem da Baía de Guanabara.

Classificação indicativa livre. Ponto de encontro: pilotis.

O projeto Zona Aberta é realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado pela Deloitte e Léo Social.

PARA FAZER EM CASA
Artistas e educadores propõem atividades para crianças neste programa de oficinas em vídeo. Clique aqui e assista.

Bonecas-monstros
A PARTIR DE SEG 10 OUT
A artista Marina Lattuca realiza uma oficina de criação de bonecas-monstros, a partir de tecidos de cetim e outros materiais secretos.

Classificação indicativa livre.

Escultura orgânica
A partir de SEG 24 OUT
O artista Antonio Amador propõe a prática da escultura por meio de elementos como gravetos, folhas e flores. A ação tem como referência os trabalhos de artistas do acervo MAM Rio, como Marga Puntel, Shirley Paes Leme e Frans Krajcberg. 

Classificação indicativa livre.

Para Fazer em Casa é patrocinado pela Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.



Acessibilidade | Fale conosco | Imprensa | Mapa do Site