Ana Regina Nogueira

Belo Horizonte, MG, Brasil, 1948 

Na exposição Composições para tempos insurgentes, são apresentadas três fotografias em preto e branco da coleção Joaquim Paiva MAM Rio: antes do jantar – Botafogo – RJ, Casa dos cacos – Betim – MG e uma obra sem título. As imagens apresentam um pequeno panorama do estilo fotográfico de Ana Regina Nogueira, mostrando com características documentais as cenas do cotidiano de uma classe média brasileira das décadas de 1970 e 1980. Por elas, passam as experiências de convivência familiar, pequenas vilas e vizinhanças urbanas, além da experiência estética da casa.  

Ana Regina Nogueira é fotógrafa e iniciou sua trajetória artística em 1972, dedicando-se à documentação de caráter antropológico, com a publicação, em 1977, do livro O homossexual visto por entendidos. Viveu em Londres, Paris e Nova York entre 1980 e 1985, período em que publica o livro L’Esprit et le corps (Paris, 1983). Em 1983, realizou a curadoria da mostra coletiva New Photographers in Brazil para a Photographers Gallery, uma galeria que teve papel determinante como precursora no cenário fotográfico europeu. Após seu retorno ao Brasil, passou a se dedicar aos ensaios de cunho pessoal, divididos em quatro núcleos básicos: a observação do povo; a classe média alta; os nus; e as imagens mais subjetivas e misteriosas, que se assemelham a fotos de cena de filmes que nunca foram rodados.

Texto elaborado em colaboração entre as equipes de curadoria e educação do MAM Rio

In the exhibition Compositions for Insurgent Times, three black and white photographs from Joaquim Paiva MAM Rio Collection are on display: Before Dinner – Botafogo – RJ, Casa dos Cacos – Betim – MG and an untitled work. The images present a small panorama of Ana Regina Nogueira’s photographic style, showing the everyday scenes of a Brazilian middle class in the 1970s and 1980s, with documentary features. On them, we observe the experiences of family interactions, small towns and urban neighbourhoods, in addition to the aesthetic experience of the house.

Ana Regina Nogueira is a photographer and started her artistic career in 1972, when she dedicated herself to anthropological documentation. In 1977, she wrote and published the book O homossexual visto por entendidos. She lived in London, Paris and New York between 1980 and 1985, when she published the book L’Esprit et le corps (Paris, 1983). In 1983, she curated the collective exhibition New Photographers in Brazil for the Photographers Gallery, a gallery that played a decisive role as a forerunner in the European photographic scene. After returning to Brazil, she began to dedicate herself to essays of a personal nature, divided into four basic nuclei: observation of the people; the upper-middle class; the nude; and the most subjective and mysterious images, reminiscent of scenes from movies that were never shot.

Text prepared in collaboration between the curatorship and education teams of MAM Rio

Obras
Antes do Jantar – Botafogo – RJ  (1978)
gelatina e prata 
Coleção Joaquim Paiva MAM Rio 

Casa dos cacos – Betim – MG (1980)
gelatina e prata 
Coleção Joaquim Paiva MAM Rio



Acessibilidade | Fale conosco | Imprensa | Mapa do Site