Dalton Paula

Brasília, DF, Brasil, 1982

Rota do Tabaco, parte de Composições para tempos insurgentes, é uma obra composta por dez conjuntos de peças de cerâmica, conhecidas como alguidares. Com cenas pintadas à tinta óleo, a poética do trabalho acontece por meio da aproximação dos alguidares – elementos atravessados por uma função ritualística no contexto das comunidades visitadas pelo artista – e as imagens históricas elaboradas nas pinturas. Desenvolvida por Dalton Paula para a 32ª Bienal de São Paulo, trata de relações políticas e econômicas ligadas ao tabaco em cidades do interior da Bahia. 

Dalton Paula vive e trabalha em Goiânia, Goiás. É bacharel em artes visuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG), e seu trabalho integra coleções importantes, como a do Museum of Modern Art (MoMA), de Nova York, da Pinacoteca do Estado de São Paulo e do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Suas obras foram exibidas em diversas exposições, com destaque para a 32ª Bienal de São Paulo (2016), a Trienal do New Museum (Nova York, 2018), além de figurar entre outras exposições coletivas. Apresentou em Nova York a individual Dalton Paula: a kidnapper of souls (2020), na galeria Alexander and Bonin. Em sua prática artística, Dalton Paula emprega pintura, performance e instalações e, por meio dessas diversas linguagens, tece relações entre imagem e poder. Em seu repertório sígnico, a figura central é o corpo negro em diáspora.

Tobacco Route, part of Compositions for Insurgent Times, is a work made up of ten sets of ceramic bowls used in candomblé, known as alguidares. Painted in oil paint, the poetics of the work takes place through the approximation of the alguidares – elements traversed by a ritualistic function in the context of the communities visited by the artist – and the historical images elaborated in the paintings. Developed by Dalton Paula for the 32nd Bienal de São Paulo, it deals with political and economic relations linked to tobacco in cities in the interior of Bahia.

Dalton Paula lives and works in Goiânia, Goiás. He holds a bachelor’s degree in visual arts from the Universidade Federal de Goiás (UFG), and his work is part of important collections, such as the Museum of Modern Art (MoMA), in New York, the Pinacoteca do Estado de São Paulo and the Museu de Arte de São Paulo (MASP). His works have been displayed in several exhibitions, highlighting the 32nd Bienal de São Paulo (2016), the New Museum Triennale (New York, 2018), in addition to appearing among other group exhibitions. He presented in New York the solo show Dalton Paula: a kidnapper of souls (2020), at the Alexander and Bonin gallery. In his artistic practice, Dalton Paula uses painting, performance and installations, and through these different languages he weaves relationships between image and power. In his repertoire, the central figure is the black body in diaspora.

Obras
Rota do Tabaco VI (2016)
óleo sobre alguidares de cerâmica
Coleção Maria Monteiro

Rota do Tabaco III (2016)
óleo sobre alguidares de cerâmica
Coleção Marcelo Martins 

Rota do Tabaco VII (2016)
óleo, folha de prata e ouro sobre alguidares de cerâmica
Coleção Rose e Alfredo Setubal



Acessibilidade | Fale conosco | Imprensa | Mapa do Site