6 de maio de 2020
Este mês | Meses anteriores | A seguir

JUNHO 2024

Amor serial – Cinema em série
A série domina o mundo. Nunca se consumiu tanta série quanto hoje, nunca se produziu também e, talvez mais importante, as séries das últimas décadas têm envergadura estética para rivalizar e até ultrapassar muitos longas-metragens, o formato mais tradicional de exibição cinematográfica. Mas a série tem uma longa relação com as salas de cinema: das décadas de 1910 a 1950 era comum haver seriados de aventura (aqui representados por Os Vampiros, de Feuillade) ou de faroeste (aqui representados por O guarda vingador, de John English e William Witney, em julho). O oposto também se deu: cineastas de trajetória firme no longa-metragem indo para a televisão arriscar-se no formato serial: Rainer Werner Fassbinder, David Lynch e Marco Bellocchio são alguns dos exemplos mais notáveis (e presentes com Oito horas não são um dia, Twin Peaks e Externa noite, respectivamente). Há também o caso de cineastas renomados dirigindo episódios especiais de séries, sejam eles os pilotos (Martin Scorsese, Walter Hill) ou não (Quentin Tarantino). E, por fim, há o caso de séries que bebem de um universo outrora estritamente cinematográfico, como A família Soprano revivendo as sagas da máfia italiana em solo norte-americano, ou Mad Men retomando as narrativas hollywoodianas da década de 1950 (Sirk, Minnelli, Ray) para abordar opulência e conformismo na sociedade. Portanto, há cinema nas séries e há séries no cinema, e em junho/julho ambos estarão na tela da Cinemateca do MAM.

Inéditos contemporâneos
O circuito exibidor brasileiro traz às salas comerciais filmes contemporâneos, de diversos perfis e nacionalidades. No entanto, não consegue abarcar tudo o que é feito de mais interessante ao redor do globo, incluindo filmes em voga, premiados em grandes festivais e novas obras de diretores renomados. Em junho, teremos a consagrada Rita Azevedo Gomes e seu A portuguesa (2018), vencedor do Festival de Las Palmas e aplaudido ao redor do mundo em diversos festivais.

4ª Mostra Cinemas do Brasil
A mostra é um panorama de curtas-metragens, em sua maioria documentários, que buscam homenagear os cinemas de rua do país e que propõem uma discussão sobre a atual situação desses monumentos arquitetônicos que, em grande parte, estão de portas fechadas e sem nenhum tipo de reparo ou manutenção. A mostra tem por objetivo tornar os cinemas de rua os protagonistas das histórias na tela. 

Uranium Film Festival
A 13ª edição do International Uranium Film Festival, que acontece de 25 de maio a 1 de junho, vai exibir 22 filmes, entre documentários e ficções, sobre usinas nucleares, fábricas de bombas atômicas, o uso de munições de urânio, testes atômicos no Pacífico e nos Estados Unidos, entre outros temas da Era Atômica, refletindo o papel da ONU e das potências mundiais. A programação conta com filmes da Alemanha, Bielorrúsia, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Índia, Irlanda, Suécia e Ucrânia, além de coproduções entre Escócia e Noruega, França e Chile, França e Polinésia Francesa, Estados Unidos e Japão, Estados Unidos e Vanuatu.

A Samambaia.org é patrocinadora da Cinemateca do MAM.

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL
AUDITÓRIO COSME ALVES NETTO

SÁB 1 JUN . 16h
Uranium Film Festival. Tapete vermelho.

SÁB 1 JUN . 17h
Uranium Film Festival. Lua de mel em Oak Ridge (Honeymoon in Oak Ridge), de Joe Tripician. EUA, 2023. 20’ + Construindo a bomba (Building Bombs), de Mark Mori e Susan J. Robinson. EUA,1989. 55’. Restauração 4K. Em DCP. Documentários. Legendas em português. Classificação indicativa 14 anos.

SÁB 1 JUN . 19h
Uranium Film Festival. Deuses atômicos – Mitos de criação da bomba (Atomic Gods: Creation Myths of the Bomb), de Adam Jonas Horowitz. EUA, 2023. 54’. Documentário. Exibição em DCP. Legendas em português. Classificação indicativa 14 anos + cerimônia de premiação + festa com caipirinha e música.

DOM 2 JUN . 15h
Aconteceu 100 anos atrás. Marinheiro por descuido (The Navigator), de Buster Keaton e Donald Crisp. EUA, 1924. Com Buster Keaton, Kathryn McGuire, Frederick Vroom. 59’. Em DCP. Legendas em português. Classificação indicativa livre.

DOM 2 JUN . 16h20
Especial Lenita Perroy. Mestiça – A escrava indomável, de Lenita Perroy. Brasil, 1973. Com Sonia Braga, Arduino Colassanti, Walmor Chagas, Antonio Pitanga. 100’. Em DCP. Classificação indicativa 16 anos. . Sessão em parceria com a Cinemateca Brasileira.

DOM 2 JUN . 18h20
Especial Lenita Perroy. Lenita, de Dácio Pinheiro. Brasil/Alemanha, 2023. Com Lenita Perroy, Luisa Strina, Ronnie Von, Vera Fischer. 83’. Em DCP. Classificação indicativa 12 anos + debate com o roteirista Duda Leite.

TER 4 JUN . 10h
Curso Cinema e antropologia I – O gesto documental: entre as imagens de si e as imagens do outro com Oiara Bonilla e Lucia Monteiro Ramos. Em parceria com o Programa de pós-graduação em Cinema e Audiovisual da UFF (PPGCINE).

TER 4 JUN . 13h40
Curso Cinema para adiar o fim do mundo: Imaginários, Re-existências, Transformações, com Marco Antonio Gonçalves, Tatiana Bacal e Eliska Altmann. Em parceria com PPGSA-IFCS-UFRJ. Aula 7: O cinema contra o estado. Filme: Era uma vez Brasília, de Adirley Queirós, 2017.

TER 4 JUN . 18h30
4ª Mostra Cinemas do Brasil. A linha que apagou o cisne, direção coletiva. Brasil, 2023. Documentário. 7’ + Caminhos para redenção, de Paula Solaris. Brasil, 2021. Documentário. 102’. Em DCP. Classificação indicativa livre.

QUA 5 JUN . 15h30
4ª Mostra Cinemas do Brasil. Além das sessões – A cultura do cineclubismo em Campo Grande, de Beatriz Saltão. Brasil, 2023. Documentário. 25’ + Cinema é isso que você está vendo, de Vandimar Marques. Brasil, 2023. Documentário. 59’. Em DCP. Classificação indicativa livre.

QUA 5 JUN . 17h20
4ª Mostra Cinemas do Brasil. Paisagem em chamas, de Silvino Mendonça. Brasil, 2023. Experimental. 7’ + Roberto Kahane e a câmara do Dr. Salim, de Jean Robert César. Brasil, 2023. Documentário. 70’. Em DCP. Classificação indicativa livre.

QUA 5 JUN . 19h
4ª Mostra Cinemas do Brasil. Cinemas de rua de Guaxupê, de Eudaldo Monção Jr. Brasil, 2024. Documentário. 21’ + Apolo, de Paulo de Sá Vieira . Brasil, 2022. 20’ + Cinema na escola, de Lídia Santos e Matheus Brito. Brasil, 2023. Documentário. 13’ + O desaparecimento dos cinemas de rua do Rio de Janeiro, de Thassia Liz. Brasil, 2022. Documentário. 21’. Em DCP. Classificação indicativa livre.

QUI 6 JUN . 15h
Curso Arqueologias do cinema/Histórias da fantasmagoria: filme, mídia, percepção com Tadeu Capistrano. Em parceria com o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais (PPGAV) da UFRJ. Com o apoio do departamento de filmes experimentais do Centre Pompidou – Musée National d’Art Moderne.

QUI 6 JUN . 18h20
4ª Mostra Cinemas do Brasil. História de um avô, de Francielli Noya e Wolmyr Alcantara. Brasil, 2022. 8’ + Paradiso de Aníbal, de Diego Baraldi. Brasil, 2023. Documentário. 20’ + O esplendor do subúrbio, de Luiz Claudio Motta Lima. Brasil, 2020. Documentário. 9’. + Telas que nos restam, de Brenda Leite e Yuri Patello. Brasil, 2023. Documentário. 14’. + Cinema da nossa gente, de Luisa Petrucci. Brasil, 2023. Documentário. 21’. Em DCP. Classificação indicativa livre.

QUI 6 JUN . 20h
4ª Mostra Cinemas do Brasil. Cinelândia cinelenda, de Francis Aronovich. Brasil, 2023. Documentário. 5’ + Cine Theatro Íris, de Alessandra Sampaio. Brasil, 2004. Documentário. 13’ + Cine pornô – Fragmentos de desejo e medo, de Luis Teixeira Mendes. Brasil, 2022. Experimental. 5’. Em DCP. Classificação indicativa 18 anos.

SEX 7 JUN . 9h30
Curso Os anos dourados da sacanagem: prazeres, subversões e riscos na pornochanchada com Vinicios Ribeiro. Em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicação da UFRJ. 

SEX 7 JUN . 18h30
Lançamento do livro Entre apagamentos e resistências, de Nayla Guerra + Folguedos no firmamento, de Regina Rheda. Brasil, 1984. Com Letícia Imbassahy, Regina Rheda, Ignácio Zatz. 7’ + Mulheres da Boca, de Inês Castilho e Cida Aidar. Brasil, 1981. Documentário. 20’ + Balzaquianas, de Eliane Bandeira e Marília de Andrade. Brasil, 1981. Com Irene Ravache, Claudio Mamberti, Arnaldo Dias. 20’ + Trabalhadoras metalúrgicas, de Olga Futemma e Renato Tapajós. Brasil, 1978. Documentário. 17’ + Creche-lar, de Maria Luiza Aboim. Brasil, 1979. Documentário. 8’. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos + aula magna com Nayla Guerra + sessão de autógrafos.

SÁB 8 JUN . 16h
Amor serial – Cinema em série. Os vampiros, de Louis Feuillade. Ep. 1: A cabeça cortada (La Tête coupé). 40’ + Ep. 2: O anel assassino (La Bague qui tue). 17’ + Ep. 3: O criptograma vermelho (Le Cryptogramme rouge). 49’. França, 1915. Com Edouard Mathé, Musidora, Marcel Levesque, Jean Aymé. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa livre.

SÁB 8 JUN . 18h10
Amor serial – Cinema em série. Oito horas não são um dia (Acht Stunden sind kein Tag), de Rainer Werner Fassbinder. Ep. 1: Jochen e Marion (Jochen und Marion). Alemanha Ocidental, 1972. Com Gottfried John, Hanna Schygulla, Wolfrid Lier. 106’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

DOM 9 JUN . 15h10
Amor serial – Cinema em série. Deadwood – Cidade sem lei (Deadwood), de Walter Hill. Episódio 1: Deadwood. EUA, 2004. Com Timothy Olyphant, Ian McShane, Molly Parker. 62’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 16 anos.

DOM 9 JUN . 16h30
Amor serial – Cinema em série. Os vampiros, de Louis Feuillade. Ep. 4: O espectro (Le Spectre). 38’ + Ep. 5: A fuga do morto (L’Évasion du mort). 46’. França, 1916. Com Edouard Mathé, Musidora, Marcel Levesque, Jean Aymé. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa livre.

DOM 9 JUN . 18h20
Amor serial – Cinema em série. Oito horas não são um dia (Acht Stunden sind kein Tag), de Rainer Werner Fassbinder. Ep. 2: Oma e Gregor (Oma und Gregor). Alemanha Ocidental, 1972. Com Werner Finck, Luise Ullrich, Gottfried John. 100’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SEG 10 JUN . 19h
Sessão especial. Cipriano e a morte de Cipriano, de Douglas Machado. Brasil, 2023. Com Tarciso Prado, Vilma Alcântara, Chiquim Pereira. 80’. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos + debate com o diretor Douglas Machado.

TER 11 JUN . 10h
Curso Cinema e antropologia I – O gesto documental: entre as imagens de si e as imagens do outro com Oiara Bonilla e Lucia Monteiro Ramos. Em parceria com o Programa de pós-graduação em Cinema e Audiovisual da UFF (PPGCINE).

TER 11 JUN . 13h40
Curso Cinema para adiar o fim do mundo: Imaginários, Re-existências, Transformações, com Marco Antonio Gonçalves, Tatiana Bacal e Eliska Altmann. Em parceria com PPGSA-IFCS-UFRJ. Aula 8: Direitos civis, punhos erguidos e resistências. Filmes: Os Panteras Negras (Black Panthers, 1968), de Agnès Varda e Black Rio! Black Power! (2023), de Emílio Domingos.

TER 11 JUN . 18h30
Aurora Cineclube. Integração racial, de Paulo Cezar Saraceni. Brasil, 1964. Documentário. 40’ + Maranhão 66, de Glauber Rocha. Brasil, 1966. Documentário. 10’ + Oito universitários, de Carlos Diegues e David Neves. Brasil, 1967. Documentário. 15’ + Maioria absoluta, de Leon Hirszman. Brasil, 1964. Documentário. 20’ + A entrevista, de Helena Solberg. Brasil, 1966. Documentário. 20’. Em DCP. Classificação indicativa 12 anos.

QUA 12 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Externa noite (Esterno notte), de Marco Bellocchio. Itália, 2022. Ep. 1: Aldo Moro (Aldo Moro). Com Fabrizio Gifuni, Margherita Buy, Toni Servillo. 56’. + Ep. 2: O ministro do interior (Il ministro degli interni). Com Fausto Russo Alesi, Fabrizio Gifuni, Margherita Buy. 56’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

QUI 13 JUN . 15h
Curso Arqueologias do cinema/Histórias da fantasmagoria: filme, mídia, percepção com Tadeu Capistrano. Em parceria com o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais (PPGAV) da UFRJ. Com o apoio do departamento de filmes experimentais do Centre Pompidou – Musée National d’Art Moderne.

QUI 13 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Externa noite (Esterno notte), de Marco Bellocchio. Itália, 2022. Ep. 3: O Papa (Il papa). Com Toni Servillo, Fabrizio Gifuni, Margherita Buy. 52’ + Ep 4: Os terroristas (I terroristi). Com Daniela Marra, Gabriel Montesi, Fabrizio Gifuni. 57’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SEX 14 JUN . 9h30
Curso Os anos dourados da sacanagem: prazeres, subversões e riscos na pornochanchada com Vinicios Ribeiro. Em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicação da UFRJ. 

SEX 14 JUN . 14h
Cine POP. O pagador de promessas, de Anselmo Duarte. Brasil, 1962. Com Leonardo Villar, Glória Menezes, Dionísio Azevedo. 98’. Em mp4 (h264). Classificação indicativa livre. Sessão em parceria com o Centro Pop Barbara Calazans (1ª CAS – Primeira Coordenadoria de Assistência Social da Secretaria Municipal de Assistência Social) + conversa.

SEX 14 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Externa noite (Esterno notte), de Marco Bellocchio. Itália, 2022. Ep. 5: Eleonora (Eleonora). Com Margherita Buy, Fabrizio Gifune, Aurora Peres. 61’ + Ep. 6: O fim (La fine). Com Fabrizio Gifune, Margherita Buy, Toni Servillo. 47’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SÁB 15 JUN . 15h
Amor serial – Cinema em série. CSI – Investigação criminal (CSI: Crime Scene Investigation), temporada 5, Ep. 24–25: Grave perigo (Grave Danger), de Quentin Tarantino. EUA, 2005. Com George Eads, Marg Helgenberger, Tony Curtis. 85’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SÁB 15 JUN . 16h50
Amor serial – Cinema em série. Os vampiros, de Louis Feuillade. Ep. 6: Os olhos que fascinam (Les yeux qui fascinent). 72’. França, 1916. Com Edouard Mathé, Musidora, Marcel Levesque, Jean Aymé. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa livre.

SÁB 15 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Oito horas não são um dia (Acht Stunden sind kein Tag), de Rainer Werner Fassbinder. Ep. 3: Franz e Ernst (Franz und Ernst). Alemanha Ocidental, 1972. Com Wolfgang Schenk, Peter Gauhe, Gottfried John. 90’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

DOM 16 JUN . 15h
Amor serial – Cinema em série. Plantão médico (ER), temporada 1, Ep. 24: Maternidade (Motherhood), de Quentin Tarantino. EUA, 1995. Com Kathleen Wilholte, George Clooney, Lisa Zane. 47’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

DOM 16 JUN . 16h10
Amor serial – Cinema em série. Os vampiros, de Louis Feuillade. Ep. 7: Satanás (Satanas). 55’ + Ep. 8: O mestre dos raios (Le maître de la foudre). 64’. França, 1916. Com Edouard Mathé, Musidora, Marcel Levesque, Jean Aymé. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa livre.

DOM 16 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Oito horas não são um dia (Acht Stunden sind kein Tag), de Rainer Werner Fassbinder. Ep. 4: Harald e Monika (Harald und Monika). Alemanha Ocidental, 1972. Com Kurt Raab, Renate Roland, Gottfried John, Hanna Schygulla. 92’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

TER 18 JUN . 10h
Curso Cinema e antropologia I – O gesto documental: entre as imagens de si e as imagens do outro com Oiara Bonilla e Lucia Monteiro Ramos. Em parceria com o Programa de pós-graduação em Cinema e Audiovisual da UFF (PPGCINE).

TER 18 JUN . 13h40
Curso Cinema para adiar o fim do mundo: Imaginários, Re-existências, Transformações, com Marco Antonio Gonçalves, Tatiana Bacal e Eliska Altmann. Em parceria com PPGSA-IFCS-UFRJ. Aula 9: Escritos de um mundo e suas re-existências. Filmes: Carolina (2003), de Jeferson D e Das nuvens pra baixo (2015), de Eliska Altmann e Marco Antonio Gonçalves.

TER 18 JUN . 18h30
Sessão especial. Sorria, você está sendo vigiado, de Maria Rita Nepomuceno. Brasil, 2024. Documentário. 35’. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos + debate com o coordenador do CESeC Pablo Nunes, a deputada estadual Dani Monteiro e o professor Paulo Cruz Terra.

QUA 19 JUN . 18h30
Cineclube Lemakino.  Duas gerações em cena. Rasga coração, de Jorge Furtado. Brasil, 2018. Com Marco Ricca, Drica Moraes, Chay Suede. 115’. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos + debate.

QUI 20 JUN . 15h
Curso Arqueologias do cinema/Histórias da fantasmagoria: filme, mídia, percepção com Tadeu Capistrano. Em parceria com o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais (PPGAV) da UFRJ. Com o apoio do departamento de filmes experimentais do Centre Pompidou – Musée National d’Art Moderne.

QUI 20 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Twin Peaks, Ep. 1: Piloto (Pilot), de David Lynch. EUA, 1989. Com Kyle MacLachlan, Michael Ontkean, Sherilyn Fenn. 94’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SEX 21 JUN . 9h30
Curso Os anos dourados da sacanagem: prazeres, subversões e riscos na pornochanchada com Vinicios Ribeiro. Em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicação da UFRJ. 

SEX 21 JUN . 16h50
Amor serial – Cinema em série. Boardwalk Empire – O império do contrabando (Boardwalk Empire), temporada 1, Ep. 1: Boardwalk Empire, de Martin Scorsese. EUA, 2010. Com Steve Buscemi, Kelly Macdonald, Michael Pitt. 73’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 18 anos.

SEX 21 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Mad Men: Inventando verdades (Mad Men), temporada 3, Ep. 13: Feche a porta e sente-se (Shut the Door. Have a Seat.), de Matthew Weiner. EUA, 2009. Com Jon Hamm, January Jones, Jared Harris. 48’ + temporada 4, Ep. 7: A maleta (The Suitcase), de Jennifer Getzinger. EUA, 2010. Com Jon Hamm, Elisabeth Moss, Mark Moses. 48’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

SÁB 22 JUN . 16h
Amor serial – Cinema em série. Os vampiros (Les Vampires), de Louis Feuillade. Ep. 9: O homem dos venenos (L’Homme des poisons). 60’. + Ep. 10: As bodas de sangue (Les Noces sanglantes). 68’. França, 1916. Com Edouard Mathé, Musidora, Marcel Levesque, Jean Aymé. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa livre.

SÁB 22 JUN . 18h30
Amor serial – Cinema em série. Oito horas não são um dia (Acht Stunden  sind kein Tag), de Rainer Werner Fassbinder. Ep. 5: Irmgard e Rolf (Irmgard und Rolf). Alemanha Ocidental, 1972. Com Irm Hermann, Rudolf Waldemar Brem, Gottfried John, Hanna Schygulla. 89’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos.

DOM 23 JUN . 15h40
Amor serial – Cinema em série. A família Soprano (The Sopranos), temporada 3, Ep. 11: Pine Barrens (Pine Barrens), de Steve Buscemi. EUA, 2001. 60’. Com James Gandolfini, Michael Imperioli, Tony Sirico + temporada 5, Ep. 11: Apenas períodos longos (Long Term Parking), de Tim Van Patten. EUA, 2004. Com James Gandolfini, Michael Imperioli, Drea de Matteo. 56’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 16 anos.

DOM 23 JUN . 18h
Amor serial – Cinema em série. Twin Peaks: o retorno (Twin Peaks: The Return), Ep. 8: Parte 8 (Part 8), de David Lynch. EUA, 2017. Com Frank Silva, Kyle MacLachlan, Joy Nash. 60’ + Parte 18 (Part 18), de David Lynch. EUA, 2017. Com Kyle MacLachlan, Sheryl Lee, Naomie Watts. 58’. Legendas em português. Em DCP. Classificação indicativa 16 anos.

TER 25 JUN . 10h
Curso Cinema e antropologia I – O gesto documental: entre as imagens de si e as imagens do outro com Oiara Bonilla e Lucia Monteiro Ramos. Em parceria com o Programa de pós-graduação em Cinema e Audiovisual da UFF (PPGCINE).

TER 25 JUN . 13h40
Curso Cinema para adiar o fim do mundo: Imaginários, Re-existências, Transformações, com Marco Antonio Gonçalves, Tatiana Bacal e Eliska Altmann. Em parceria com PPGSA-IFCS-UFRJ. Aula 10: O mar como esperança e re-existência. Filme: Atlantique (2019), de Mati Diop.

TER 25 JUN . 18h30
Sessão especial. Joio do trigo, de Camila Sokolowski. Brasil, 2023. Com Júlia Bravo e Lívia Bravo. 11’ + Zoya, de Camila Sokolowski. Brasil, 2024. Com Carolina Ferman, Zoya Maurina. 14’. Em DCP. Classificação indicativa 14 anos + debate com Camila Sokolowski.

QUA 26 JUN . 18h30
Inéditos contemporâneos. A portuguesa, de Rita Azevedo Gomes. Portugal, 2018. Com Clara Riedenstein, Marcello Urgeghe, Ingrid Caven. 136’. Legendas em português. Exibição em DCP. Classificação indicativa livre.

QUI 27 JUN . 15h
8º Festival Ecrã. Cópia de trabalho: o incidente de Facto Vela (工作樣片:另一次維拉事件). China/Bósnia e Herzegovina/Bielorrússia/Suíça, 2023. 23’. + Wanton, de Victor Dubyna. Canadá, 2023. 46’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 14 anos.

QUI 27 JUN . 16h30
8º Festival Ecrã. Onde estão os meus amantes? (Où sont tous mes amants?), de Jean-Claude Rousseau. França. 6’. + Breathless, de James Benning. EUA, 2024. 87’. Em DCP. Sem Diálogos. Classificação indicativa 10 anos.

QUI 27 JUN . 18h15
8º Festival Ecrã. Do pé ao chão (Foot to Ground), de Christopher Thompson. EUA, 2024. 8’.+ A intrusão das cartas (The Intrusion of Letters), de Guan Huang. China/EUA, 2024. 46’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa livre.

QUI 27 JUN . 20h
8º Festival Ecrã. Sessão de abertura. Aventura no cinema, de Vinícius Dratovsky. Brasil, 2024. 15’. + Para Lota, de Bruno Safadi e Ricardo Pretti. Brasil, 2024. 84’. + mesa redonda com os cineastas mediada por Lia Bahia.

SEX 28 JUN . 9h30
Curso Os anos dourados da sacanagem: prazeres, subversões e riscos na pornochanchada com Vinicios Ribeiro. Em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicação da UFRJ. 

SEX 28 JUN . 15h
8º Festival Ecrã. Fotografia em branco (Blank Photograph), de Che-yu Su. Taiwan/França, 2023. 20’. + Apple Pie (Apple Pie),de Evan Snyder. EUA, 2024. 94’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

SEX 28 JUN . 17h15
8º Festival Ecrã. Salaman Extensor (Salaman Extensor), de Matilde Miranda Mellado. Chile, 2023. 24’. + Escuridão flamejante (Darkness, Darkness, Burning Bright), de Gaëlle Rouard. França, 2022. 70’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

SEX 28 JUN . 19h
8º Festival Ecrã. Veredas tropicais, de Fábio Andrade. Brasil, 2024. 5’. + Eros (Eros), de Rachel Daisy Ellis. Brasil, 2024. 105’. + mesa redonda com os cineasta mediada por Andrea França. Em mp4. Classificação indicativa 18 anos.

SAB 29 JUN . 14h30
8º Festival Ecrã. Duna Atacama (Duna Atacama), de Vinícius Romero. Brasil/Chile, 2024. 10’. + Solaris mon amour (Solaris mon amour), de Kuba Mikruda. Polônia, 2023. 47’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

SÁB 29 JUN . 16h
8º Festival Ecrã. Distância (Distance), de Antoni Orloff. Polônia, 2023. 10’. + Nada mais (Nic vic), de Vit Pancíř. República Tcheca, 2022. 71’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

SÁB 29 JUN . 18h
8º Festival Ecrã. Otherhood (Otherhood), de Deborah Stratman. EUA, 2023. 3’. + Godard só (Seul Godard), de Arnaud Lambert e Vincent Sorrel . França, 2024. 88’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

SÁB 29 JUN . 20h
8º Festival Ecrã. Um tropeço em cinco movimentos, de Valentina Rossett. Brasil, 2023. 14’. + Aquele que viu o abismo, de Gregorio Gananian e Negro Léo. Brasil, 2024. 70’. + mesa redonda com os cineastas mediada por Paula Mermelstein. Em DCP. Classificação indicativa 12 anos.

DOM 30 JUN . 14h
8º Festival Ecrã. Terminal Island (Terminal Island), de Sam Drake. EUA, 2024. 12’. + Hoje (Today), de Su Friedrich. EUA, 2024. 57’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 12 anos.

DOM 30 JUN . 15h30
8º Festival Ecrã. A língua do sol (The Sun’s Tongue), de Laura Jane Cooper. Reino Unido, 2024. 9’. + Logo acima da superfície da Terra (para uma extinção a caminho) (Just Above the Surface of the Earth (For a coming extinction), de Marianna Milhorat. Canadá, 2024. 71’. Em DCP. Legendas em português. Classificação indicativa 10 anos. Sessão com a presença da diretora.

DOM 30 JUN . 17h30

8º Festival Ecrã. Ruling Star (Ruling Star), de Jerome Hiler. EUA, 2019. 22’. + Moradia popular de Xining (Xining Public Housing), de Tsai Ming-Liang, Taiwan, 2024. 63’. Em mp4. Legendas em português. Classificação indicativa 10 anos.

DOM 30 JUN . 19h30
8º Festival Ecrã. Performance: Iluminuras noturnas, de Cris Miranda. Brasil, 2023. 20’. Sem diálogos. Classificação indicativa 12 anos. Sessão com presença da artista.

PROGRAMAÇÃO ONLINE

Programação gratuita: www.vimeo.com/channels/cinematecadomam

JUNHO

TER 4 JUN a SEG 10 JUN
Cinemateca do MAM apresenta. Cidade do Rio de Janeiro, de Alberto Botelho. Brasil, 1924. Documentário. 32’, Silencioso. Trilha sonora original de Ruy Gardnier. Exibição em .mov (h264). Classificação indicativa livre.

TER 11 JUN a SEG 17 JUN
Cinema brasileiro contemporâneo. Arto Lindsay 4D, de André Lavaquial. Brasil, 2019. Documentário. 74’. Classificação indicativa 14 anos.

SEX 14 JUN . 16h
Cinema brasileiro contemporâneo. Conversa com André Lavaquial, diretor de Arto Lindsay 4D. Via Youtube do MAM Rio.

TER 18 JUN a SEG 24 JUN
Curta do mês. Nenhuma fantasia, de Gregorio Gananian e Negro Léo. Brasil, 2021. Com Negro Léo. 11’. Classificação indicativa 14 anos.

QUI 20 JUN . 16h
Curta do mês. Conversa com Gregorio Gananian e Negro Léo, diretores de Nenhuma fantasia. Via Youtube do MAM Rio.

TER 25 JUN a SEG 1 JUL
Homenagem a Paulo César Pereio. O bravo guerreiro, de Gustavo Dahl. Brasil, 1968. Com Paulo César Pereio, Mário Lago, Ítalo Rossi, Maria Lúcia Dahl. 77’. Classificação indicativa 14 anos. 

QUI 27 JUN . horário a confirmar. Homenagem a Paulo César Pereio. Conversa com amigos e familiares de Paulo César Pereio. Via Youtube do MAM Rio.


Informações: [email protected]